Voltar

Programas

 

Cozinha Nota Dez

n/d

O projeto se propõe promover qualidade, segurança alimentar e boas práticas na produção de alimentos das instituições conveniadas. Esse é o objetivo do Projeto Cozinha Nota Dez, da Rede de Bancos de Alimentos do Rio Grande do Sul. O projeto iniciado em 2010, já atendeu mais de 100 instituições. 


Principais Objetivos:

  • Identificar os principais pontos críticos na produção de alimentos;
  • Orientar quanto a mudanças para adequação às Boas Práticas;
  • Capacitar os funcionários e coordenadores das instituições quanto às Boas Práticas;


Atividades desenvolvidas:

  • Aplicar lista de verificação (Check List);
  • Orientações quanto às Boas Práticas;
  • Elaboração de materiais educativos;
  • Capacitações e reuniões;


Responsáveis:

Acadêmicas de nutrição e nutricionistas do Banco de Alimentos.

n/d  n/d

 

 

Nutrindo o Amanhã

n/d

O projeto visa contribuir para a promoção e a manutenção da saúde de crianças e adolescentes matriculados em instituições conveniadas ao Banco de Alimentos. As instituições são acompanhadas semanalmente pela equipe de nutrição, que realiza diversas atividades, além de oficinas, palestras e capacitações. Através desse projeto, já foram realizadas 10.188 avaliações nutricionais com crianças e adolescentes atendidos nas instituições, além da realização de oficinas, palestras e capacitações com pais, educadores e funcionários.

 Principais Objetivos:

  • Identificar o perfil nutricional das crianças e adolescentes;
  • Acompanhar e realizar intervenções nutricionais;
  • Planejar e executar técnicas de Educação Alimentar;
  • Identificar as principais dificuldades nas instituições e planejar/executar propostas de intervenção;
  • Contribuir através ações educativas, para a melhoria das condições de saúde e higiene das crianças, dos adolescentes e do ambiente.

 

Atividades desenvolvidas: 

  • Avaliação Nutricional;
  • Orientações Nutricionais;
  • Atividades de educação alimentar;
  • Palestras, capacitações e reuniões;

 

Responsáveis:

Acadêmicas de nutrição e gastronomia e nutricionistas do Banco de Alimentos.

n/d n/d

 

 

Oficina do Sabor

n/d

O projeto tem como objetivo incentivar as pessoas a realizarem escolhas alimentares adequadas, tendo a culinária como seu eixo estruturante.
          

As oficinas de culinária são realizadas na cozinha experimental do Banco de Alimentos e são divididas em parte prática e teórica. Somente no ano de 2013, foram contempladas 38 instituições e beneficiadas 72 crianças e jovens, além de 98 cozinheiros e auxiliares que realizaram oficinas de aperfeiçoamento em técnicas de culinárias e gastronomia saudável.

 
Principais Objetivos: 

  • Incentivar hábitos alimentares saudáveis;
  • Promover a interação dos participantes com os alimentos;
  • Estimular a criatividade visando à difusão dos conceitos referentes à alimentação adequada;
  • Aproximar os participantes ao Banco de Alimentos, criando vínculos e oportunizando a troca de experiências;
  • Relacionar as práticas aprendidas com a vivência familiar de cada participante, incentivando o fortalecimento das relações afetivas;


Atividades desenvolvidas:

  • Oficinas culinárias;
  • Pesquisa e desenvolvimento de novas receitas;
  • Análise da composição nutricional das receitas utilizadas;


Responsáveis:

Acadêmicas de nutrição e gastronomia e nutricionistas do Banco de Alimentos

n/d n/d n/d

 

 

Cursos para entidades beneficentes
 
Além da realização das oficinas com crianças e adolescentes, o Banco de Alimentos também oferece cursos na área de gastronomia para as instituições conveniadas. O público-alvo são cozinheiras (os) e auxiliares de cozinha. Cada módulo é independente do outro, portanto, é possível a participação em somente um dos cursos.
 
Mais informações e inscrições podem ser feitas através do e-mail luciana.campos@bancodealimentosrs.org.br
As vagas são limitadas. Ao final de cada curso serão fornecidos certificados de participação.
 
 

Primeiros Passos

n/d O Projeto visa à promoção da saúde de crianças de 0 a 24 meses, faixa etária que merece atenção especial devido a sua imaturidade fisiológica e vulnerabilidade. Através das ações, objetivamos a garantia de uma alimentação saudável, que se inicia com o aleitamento materno e introdução adequada dos alimentos complementares, bem como condições adequadas de higiene.


Principais Objetivos:

  • Incentivar práticas alimentares adequadas, segundo as recomendações do Ministério da Saúde.
  • Estimular a adoção de hábitos de higiene visando à prevenção de infecções.
  • Minimizar os riscos inerentes a saúde das crianças dessa faixa etária.
  • Promover a formação dos profissionais envolvidos no atendimento de crianças de 0 a 24 meses.
  • Conhecer o estado de saúde das crianças;


Atividades desenvolvidas: 

  • Avaliação Nutricional;
  • Identificação da prevalência de anemia;
  • Orientações Nutricionais;
  • Oficinas práticas sobre aleitamento materno e alimentação complementar;
  • Palestras, capacitações e reuniões;


Responsáveis:

Acadêmicas de nutrição e gastronomia e nutricionistas do Banco de Alimentos.

n/d n/d n/d

 

 

Apoiadores:

Compartilhe: Siga-nos no Twitter Acesse nosso Facebook Acesse nosso Orkut Veja nosso canal no YouTube Acompanhe: Siga-nos no Twitter contato@redebancodealimentos.org.br | (51) 3026.8020
(51) 3026.8021

Visite PluGzOne