Voltar

O que são microorganismos?
n/d

Os microrganismos são seres vivos muito pequenos, tão pequenos que não podem ser vistos a olho nu. Há três tipos de microrganismos: os “bons”, os “maus” e os perigosos. Os microrganismos “bons” são úteis porque:

- Permitem “fazer” alimentos e bebidas (queijo,iogurte, cerveja e vinho);

- Fazem parte de medicamentos (penicilina);

- Ajudam na digestão dos alimentos.

Os microrganismos “maus” ou de alteração dos alimentos, normalmente, não provocam doença mas sim alterações nos alimentos, como mau cheiro, mau sabor e mau aspecto.

Os microrganismos perigosos fazem com que as pessoas adoeçam e podem mesmo matar. São chamados patogênicos. A maior parte deles não altera a aparência do alimento.

Os microrganismos são tão pequenos que é necessário um milhão para cobrir a cabeça de um alfinete.

Bactérias, vírus, leveduras, bolores e parasitas, são todos microrganismos. O cheiro, o sabor e a aparência dos alimentos não são os fatores indicados para ajuizar se o alimento vai provocar uma doença de origem alimentar. É verdade que alguns microrganismos esporulados modificam o aspecto do alimento e são perigosos. O exemplo é o bolor verde do pão, um fungo que pode produzir toxinas.

Exemplos de microrganismos perigosos que podem originar doenças de origem alimentar:

- Bactérias – Salmonella, Shigella, Campylobacter e E. coli;

- Parasitas – Giardia, Trichinella;

- Vírus – Hepatite A, Norovírus.

FONTE: Organização Mundial da Saúde-Departamento de Segurança Alimentar, Zoonoses e Doenças de Origem Alimentar, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge; Manual das 5 chaves, 2006.

 

 

Os químicos não devem ser esquecidos:

Os microrganismos não são os únicos causadores de doenças de origem alimentar. As pessoas também adoecem devido à intoxicação por químicos. Estes incluem:

- Toxinas naturais;

- Metais e poluentes ambientais;

- Químicos usados no tratamento de animais;

- Pesticidas usados inadequadamente;

- Químicos usados nas limpezas;

- Aditivos alimentares usados inadequadamente.

Podem adotar-se medidas simples, como lavar e descascar, para reduzir o risco de contaminação por químicos que se encontram na superfície dos alimentos. Um armazenamento adequado pode evitar ou reduzir a formação de algumas toxinas naturais.

“Intoxicação” é o termo utilizado para descrever uma doença provocada por um contaminante químico. Algumas toxinas “naturais” (p.ex. aflatoxinas) são causadas por bolores que se desenvolvem nos alimentos. A ingestão de aflatoxinas pode ter efeitos graves no fígado que podem levar ao aparecimento de câncer com o passar do tempo e a quantidade de consumo na alimentação.

 

FONTE: Organização Mundial da Saúde-Departamento de Segurança Alimentar, Zoonoses e Doenças de Origem Alimentar, Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge; Manual das 5 chaves, 2006

 

 

Os alimentos preferidos dos microrganismos?

Molhos e cremes, maionese, pastéis de carne, preparados co leite e ovo,hortaliças, carnes e pescados crus carnes cozidas consumidas frias

 

Como se contamina um alimento?

n/d
  • Mãos sujas e/ou hortifrutigranjeiros sem a higiene adequada
  • contaminam os alimentos,
  • causando diarréias e vômitos

Lembre de:

Lavar as mãos antes de manipular os alimentos, e sempre que mudar de tarefa;

Não manipular alimentos quando estiver com qualquer doença ou ferida infectada.

 

Como o lixo pode contaminar os alimentos?

n/d
  • Insetos pousam no lixo, e
  • Pousam sobre os alimentos
  • Contaminando os alimentos
  • A pessoa consome esses alimentos
  • E fica doente

 

O que fazer para evitar?

Manter os recipientes com lixo e resto de alimentos tampados para evitar a presença de insetos e roedores.

 

 

Elaborado pelas acadêmicas de nutrição: Jaqueline de Oliveira Fagundes e Luciane Schutz Machado

Revisado pela nutricionista: Adriana Lockmann

Apoiadores:

Compartilhe: Veja nosso canal no YouTube Veja nosso Instagram Acesse nosso Facebook Acompanhe: Siga-nos no Twitter contato@redebancodealimentos.org.br | (51) 3026.8020
(51) 3026.8021

Visite PluGzOne